O PLANETA EXISTE SEM A HUMANIDADE, MAS A RECÍPROCA NÃO É VERDADEIRA. CABE ÀQUELES QUE TÊM CONSCIÊNCIA, ILUMINAR O CAMINHO – SEM SOLIDARIEDADE NÃO HÁ SOCIEDADE. UNIDOS SOMOS MAIS FORTES. CIDADE SUSTENTÁVEL JÁ!


domingo, 27 de novembro de 2011

Nação vazia

A sombra do silêncio é longa e, tanto, que agiganta a solidão, que não é triste. Uma nuvem pode ser uma hora aqui, outrora acolá. Nenhuma palavra cobre a verdade que não foi, nem o fato falso feito fio afiado da faca. A mentira fica esquecida, na gaveta em arquivo morto, pelo extermínio do justo proposto. Se a insanidade é lembrança, a normalidade é esquecimento. A meta é rentável, porque a razão se perdeu. Gente forma rebanho, gado vale gente. O mato queima a voz, o verde esconde o lar. O vento não enche o bolso, mas é livre o rio da alma. O sol aqueceu o pensamento, porém ofuscou a memória. Tudo vendido, por uma nação vazia.

Esta é a bandeira de uma nação que respeita o meio ambiente, a sociedade e a matéria prima do seu território. Por definição estrutural: o verde das florestas na base, a trama de um tecido natural e belo das cidades no plano intermediário e o céu limpo da emissão de gases do efeito estufa - perfeita!
É a sua "bandeira"?