O PLANETA EXISTE SEM A HUMANIDADE, MAS A RECÍPROCA NÃO É VERDADEIRA. CABE ÀQUELES QUE TÊM CONSCIÊNCIA, ILUMINAR O CAMINHO – SEM SOLIDARIEDADE NÃO HÁ SOCIEDADE. UNIDOS SOMOS MAIS FORTES. CIDADE SUSTENTÁVEL JÁ!


domingo, 24 de junho de 2012

Descomplique o amor

A humanidade inventou o amor incondicional para criar dificuldades e vender facilidades. Ora, se amar tem qualificações!
Você ama simplesmente. Ama e pronto!
Gostar é diferente, você propõe um senso crítico que vez ou outra joga por terra a relação afetiva em questão.
Adorar também difere porque fica na frequência da exclamação e suborna até mesmo a autoestima sempre dando mais do que recebendo. 
Amar, no entanto, é um sentimento fluido repleto de consciência dos limites de cada coisa envolvida e do quanto aquele sentimento pode e deve vibrar no entorno. 
Tudo e todos são miras prováveis do gostar ou adorar. Mas do amar todos e tudo merecem que pelo menos por um instante esse sentimento nobre permeie os corpos sutis e em seguida as vibrações amorosas fluam ao círculo de referência espacial tal qual uma pedrinha n’água que forma círculos concêntricos. 
É possível mudar o mundo se esse sentimento precioso cruzar o coração sem rótulos e expectativas megalomaníacas e no rastro editar na mente um texto de felicidade. Vale refletir com carinho neste dia com a família e os amigos e os vizinhos e os animais de estimação e o lar e a Natureza que nos abraça. 
A lua pode se distanciar da Terra pelo movimento do planeta, mas está lá no mesmo lugar, assim como o sol. O ser humano destrói o meio ambiente e toda a biodiversidade no mundo fica ameaçada, mas ainda vislumbramos os raminhos surgindo do nada e os filhotinhos nascendo a despeito das áreas inóspitas. 
O amor tem seus mistérios revelados aos que acreditam em sua força transformadora! 
Se para cada tarefa que adquirirmos, envolvermos o amor, então a vida fluirá em harmonia tendendo sempre ao equilíbrio e usufruiremos de tudo com todos exatamente como deve ser. 
Um domingo envolvente em amorosidade para todos!